RW Serviços serviços

  • Blog
  • Cinco mitos sobre RFID.

Cinco mitos sobre RFID.

Postado em 07/01/2022

Embora seja uma tecnologia com décadas de existência, muitas empresas não sabem como ela funciona ou mesmo como adotá-la em seu negócio, pois muitos mitos se criaram nesse tempo.

 

O que é que você sabe sobre RFID, e o que essa tecnologia poderia estar fazendo pelo seu negócio?
Nos últimos anos a procura pela tecnologia RFID – Radio Frequency Identification, cresceu muito, com empresas de vários segmentos querendo controlar ativos, movimentação de mercadoria, inventários, etc.

Mesmo com inúmeros casos de sucesso, percebe-se que ainda há muita desinformação quanto ao que o RFID pode e não pode fazer, gerando mal-entendidos.

  • Quão eficaz e preciso é o RFID?
  • Até onde ele se adequa ao meu negócio?
  • Como posso extrair o máximo de benefícios para minha empresa?
  • Qual a dificuldade em sua implementação?

Vejamos apenas 5 dos principais mitos criados pela desinformação quanto ao RFID. Existem outros que poderemos abordar em outro momento.

Vamos aos mitos.

1# Mito: RFID é apenas para grandes empresas.
A tecnologia RFID fornece a maneira mais eficiente e precisa para rastrear e monitorar ativos, e empresas de todos os tamanhos podem se beneficiar da visibilidade aprimorada de ativos e do gerenciamento facilitado pelo RFID.

Embora seja verdade que as grandes empresas foram os primeiros a adotar a tecnologia RFID, e que o custo das tags e da infraestrutura tenha sido muito caro, a realidade hoje é que RFID é, muitas vezes, a solução certa para as empresas, mesmo as menores com limitações de orçamento.

2# Mito: O RFID substituirá o código de barras.
Nos primeiros dias do RFID, alguns “campeões da tecnologia” previram que o RFID eventualmente substituiria o código de barras. E algumas empresas pensam erroneamente que, se você implementar RFID, terá que substituir seu sistema de código de barras. ERRADO.
O RFID e o código de barras têm seu lugar, um não vai substituir o outro. Além disso,  muitos aplicativos e processos os utilizam em conjunto. Por exemplo, na área da saúde, as pulseiras de identificação do paciente podem ter inserções RFID e dados de código de barras. As instalações de saúde podem rastrear a localização de um paciente em risco usando as tags RFID, ou identifica-lo sem transtornos, enquanto o código de barras é escaneado para verificar rapidamente seu registro médico.

3# Mito: RFID serve apenas para inventários.
Este é um equívoco natural porque RFID é amplamente usado no gerenciamento de
estoque. No entanto, também provou ser útil em outras aplicações, incluindo rastreamento de equipamentos e ativos, rastreamento de trabalho em processo, verificação de itens de entrada e saída, manutenção de registros de manutenção e segurança, quarentena de defeitos para controle de qualidade e muito mais .
RFID é uma ferramenta excelente para qualquer caso de uso em que você precise identificar, rastrear e / ou localizar itens com precisão, especialmente quando eles são ativos de maior valor ou essenciais para os negócios. As tags RFID ativas, mais modernas, registram as condições de temperatura e umidade, monitorando as condições de transporte em aplicações da “cadeia de frio”.

4# Mito: RFID é 100% preciso.
É verdade que RFID é uma forma altamente precisa (99,5% ou melhor) de identificar, localizar e rastrear inventário e ativos. No entanto, 100% de precisão depende muito, do  uso da tecnologia RFID. Por isso, é fundamental trabalhar com um provedor de tecnologia RFID que pode ajudá-lo a construir a solução adequada com base em cada caso de uso. Ele pode ajudá-lo a determinar se você precisa de um sistema passivo ou ativo (ou ambos, se você tiver vários casos de uso que garantam designs de sistema de tecnologias diferentes). E eles selecionarão os componentes certos, incluindo tags, leitores e antenas.

5# Mito: RFID é um problema para a privacidade.
Algumas pessoas se perguntam se as etiquetas RFID usadas para rastrear um ativo de uma empresa (como um laptop) ou itens que compram em lojas de varejo (como roupas) podem ser usadas para rastrear seus movimentos ou criar perfis. Definitivamente não há razão para essa preocupação.
As empresas podem usar RFID para rastreamento de funcionários em suas instalações e para limitar o acesso a áreas restritas. Por exemplo, no caso da evacuação de um edifício, em um incêndio, o rastreamento RFID verifica se todos os trabalhadores deixaram o local e estão em segurança fora de perigo.
No entanto, é importante saber que, a única maneira de alguém “ler” as tags RFID é se tiver um dispositivo RFID adequado e acesso ao banco de dados associado à tag RFID para entender o significado do número que lê – e nem o hardware ou o acesso ao banco de dados estão prontamente acessíveis.

É importante esclarecer que uma solução RFID não é um produto pronto para uso, um “produto de prateleira”. Geralmente parte de um projeto desenhado de acordo com as necessidades do negócio, respeitando os vários processos envolvidos. Por isso é importante o apoio de uma empresa parceira, certificada e capacitada para o desenvolvimento da solução que possa dimensionar e fornecer os equipamentos certos, o software adequado e as tags que atendam às especificações do projeto.

Clique aqui e veja um pouco mais sobre aplicação da tecnologia RFID.

Gostaria de conversar?

Se ja estiver considerando a adoção do RFID em seu negócio, entre em contato conosco. A RW Serviços é uma empresa certificada para implementação da tecnologia RFID, tendo participado em projetos nos últimos anos, como parceira da Zebra Technologies.  Está capacitada para atuar desde o desenho da solução até o fornecimento dos equipamentos, software e tags envolvidos, e sua implantação. Aguardamos seu contato.

RW Serviços – Apoio Zebra Technologies

Descrição do formulário