RW Serviços – 20 anos Colaborando com o Crescimento de seus Clientes.
10 de fevereiro de 2021
Dispositivos Corporativos x Smartphones.
6 de abril de 2021

As mudanças no setor de armazéns e distribuição.

As operações de armazenagem, distribuição e atendimento de pedidos estão passando por modernização para atender a demanda que não para de crescer, vinda tanto do comercio eletrônico quanto do varejo tradicional.

É inegável que a Pandemia provocou um aumento substancial na movimentação do e-commerce que deu um salto. Com a necessidade das pessoas de permanecer em casa e as demais restrições de movimentação do público, o consumidor buscou atender suas necessidades através dos pedidos online.

Algumas empresas de e-commerce passaram a atender os pedidos em até 48 horas, montando novos Centros de Distribuição estratégicos e elevando o uso da tecnologia em seus processos, desde a recepção de itens, passando pelo armazenamento, até o despacho para o cliente. Os varejistas tradicionais, por sua vez, precisaram melhorar o atendimento ao cliente na loja física e reduzir seus custos de estoque, tendo que trabalhar quase que sob demanda.

Nos Estados Unidos o varejo online aumentou sua participação nas vendas totais do varejo em 3 pontos percentuais, especialmente no ano de 2020, saindo de 11% em 2019 para 14%, totalizando US$792 bilhões.1

No Brasil o crescimento das vendas online foi o maior em 20 anos atingindo 47% no primeiro semestre de 2020, em comparação com o mesmo período de 2019, provocado pelo crescimento no numero de pedidos online que foi de 39%, com 90,8 milhões de pedidos.2

Todo esse aumento de movimentação no varejo on e off line aponta para o setor de armazenagem e distribuição, que necessita, mais do que nunca, da tecnologia para poderem atender os pedidos, controlar os estoques, rastrear entregas e gerir as devoluções.

Parceira RW Serviços em projetos de automação na captura de dados em ambientes, fabris, depósitos, lojas, etc, a Zebra Technologies, encomendou mais uma vez, um estudo sobre o setor de Armazenagem, que identificou algumas tendencias para o setor como, “Impulsionadores” – 46% dos entrevistados disseram que uma entrega mais rápida para os clientes finais é o principal fator que impulsiona seus planos de crescimento; “Desafios” – 60% relataram o recrutamento e/ou a eficiência e a produtividade da mão de obra como seus principais desafios; “Estratégias” – 80% das organizações estão planejando investir em novas tecnologias para serem competitivas.

O estudo pediu que 1.403 responsáveis por decisões de TI e operacionais dos setores de manufatura, transporte e logística, varejo, correio e entrega de encomendas e distribuição no atacado compartilhassem seus insights sobre as estratégias, atuais e planejadas, para a modernização de seus armazéns, centros de distribuição e centros de atendimento de pedidos no período de 2019 a 2024.

Disponibilizamos junto à Zebra, acesso ao Estudo sobre o futuro dos Armazéns para nossos clientes. Clique aqui para ter acesso ao Estudo.

1- Fonte: www.statista.com

2- Fonte: Jornal Meio & Mensagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *